Faça seu orçamento Agora

GARANTIMOS O MELHOR PREÇO DO ESTADO

COBRIMOS O VALOR DA CONCORRÊNCIA.

(51) 3561-7676 

(51)992767676

contato@cdrenergia.com.br

Soluções

Sistema Fotovoltaico

Alguns motivos porque investir em um Sistema Fotovoltaico:

 

  • O sistema solar fotovoltaico utiliza uma energia sustentável para geração de eletricidade;
  • Sua fonte de geração de eletricidade é a energia solar, que é “infinita e inesgotável”.
  • É uma excelente opção para o território nacional já que o Brasil tem alta incidência solar;
  • Alta vida útil do sistema é superior a 25 anos;
  • A utilização da energia solar fotovoltaica é totalmente benéfica ao meio ambiente, evita a emissão de gases poluentes para a atmosfera;
  • Produção de energia limpa;

 

Pode ser implantado em locais distantes através de sistemas isolados e autônomos, sem conexão com a rede convencional de abastecimento – os Sistemas Off-grid;

 

Garante conforto para todos que optam pela implantação do sistema, independente para qual utilização foi direcionado.Em países desenvolvidos a geração de energia solar já é utilizada há mais de 30 anos. A Alemanha é líder mundial no uso desta tecnologia. E, principalmente, pode gerar economia de até 95% na conta de luz da sua residência ou negócio. O investimento se paga pela economia na conta de energia elétricaApós pago investimento (o pay-back pode variar de 4 a 8 anos dependendo do projeto e do consumo) a economia gerada representa 100% de lucro (A economia pode chegar a 95% do valor da conta de energia)

 

COMO O SISTEMA FUNCIONA
 

Um sistema de energia solar fotovoltaico, também chamado de sistema de energia solar ou, ainda, sistema fotovoltaico, é um sistema capaz de gerar energia elétrica através da radiação solar. Existem dois tipos básicos de sistemas fotovoltaicos: Sistemas Isolados (Off-grid) e Sistemas Conectados à Rede (On-Grid) – Mais comum.

 

Os Sistemas Isolados são utilizados em locais remotos ou onde o custo de se conectar à rede elétrica é elevado. São utilizados em casas de campo, refúgios, iluminação, telecomunicações, bombeio de água, etc. Já os Sistemas Conectados à rede, substituem ou complementam a energia elétrica convencional disponível na rede elétrica. 

 

Os painéis fotovoltaicos captam a luz do sol gerando energia em corrente continua. O inversor de frequência converte esta energia em corrente alternada e “injeta” na rede elétrica.  Antes de injetar a energia o inversor lê os valores de corrente e frequência da rede garantindo que não ocorra nenhuma modificação na energia.

 

Quando a energia solar gerada em determinado período superar o consumo, o excedente é enviado à rede de energia da concessionária. Esse excedente é contabilizado por um medidor de energia bidirecional e gera créditos energéticos para o consumidor. É como se o "relógio" medidor de energia girasse ao contrário, pois nesse momento você passa a ser o fornecedor de energia para a rede pública. Em períodos em que a geração de energia solar for inferior ao consumo, a rede pública fornece a energia necessária e abate dos créditos que o consumidor acumulou, de modo que você não paga por essa energia.

 

Os créditos energéticos podem ser utilizados em até 60 meses após serem gerados. 

 

Esse sistema é regulamentado pela resolução normativa nº 482 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), de 17 de abril de 2012, que é o que define o mecanismo de compensação de energia. Resolução Normativa Nº 517, de 11 de dezembro de 2012.

 

Outro ponto positivo é que esses créditos podem ser utilizados por outras unidades consumidoras, desde que possuam o mesmo titular e façam parte da mesma rede distribuidora. Ou seja, você pode ter um "desconto" também em outra residência, empresa, etc., desde que esta esteja no mesmo CPF/CNPJ ou constar do contrato social do titular da unidade consumidora principal.